Últimas notícias

A Associação Empresarial do Minho (AEMinho) manifesta a sua "profunda preocupação" com a incidência de carga fiscal que se verifica entre julho e outubro deste ano sobre as empresas. "Não se percebe este estrangulamento financeiro num momento em que a economia precisa de liquidez."

À exceção de Sines, apenas pequenos navios estão a chegar aos portos nacionais. No maior porto português, José Luís Cacho reconhece o atraso de algumas mercadorias de importação, mas diz que a maior parte dos congestionamentos está a aligeirar.

Em entrevista publicada esta quinta-feira no Diário de Notícias, Manuel Heitor admite que o objetivo é complexo, mas diz estar a trabalhar no alargamento do ensino e da modernização do ensino da medicina.

A pandemia está na origem da "tempestade perfeita", como lhe chama António Belmar da Costa, diretor executivo da AGEPOR, que se abateu sobre o transporte marítimo. Os armadores estão com a capacidade toda utilizada mas faltam contentores, o que põe pressão nos preços dos fretes marítimos. Ninguém arrisca dizer quando se resolve, mas já há quem fale em 2022.

Páginas

Subscribe to Últimas notícias