União Europeia a várias velocidades rumo à neutralidade carbónica

Bruxelas tem um plano ambicioso para atingir as zero emissões e assume-se como líder mundial na transição energética. O fim dos combustíveis fósseis faz parte do plano. Contudo, há vários desafios pela frente. À vontade, nem sempre previsível, de cada Estado-membro junta-se uma conjuntura pouco favorável, que engloba tanto as restrições provocadas pela pandemia de covid-19 como a crise na disponibilidade de matérias-primas que está a sufocar o setor energético.