Europeus, sim. Mas quanto?

Depois de 35 anos como membros de pleno direito da União Europeia, os portugueses não duvidam dos efeitos positivos da integração do país. No que toca à identidade, entre os mais novos e mais escolarizados, a identificação europeia chega mesmo a estar a par com a portuguesa. Mas nada disto é suficiente para uma maior participação eleitoral ou para um maior interesse pelos temas europeus. Em termos práticos, Bruxelas continua distante